10 abril 2010

JORNAL ZERO HORA - Patrícia Spect


"Aos cinco anos de idade, Giane se sentia uma menina diferente em meio às crianças de Ijuí. 
Confeccionava as próprias bonecas, costumava observar a anatomia dos insetos e se lambuzava com experimentos para cozinhar o barro e esculpir bichinhos. A garota cresceu e foi parar num escritório, onde irritava o chefe desenhando no verso das notas fiscais. Definitivamente não era o seu chão. Aos vinte anos, casada, com um filho e longe do escritório, Giane despertou para a arte. Os trabalhos de Giane são releituras de obras conhecidas (outros nem tanto) e criações inéditas, um estilo que ela define como um misto de Surrealismo com Cubismo. Pelas mãos de Giane os anjinhos perdem o ar clássico e ganham outras formas, com explosões de luzes e cores. Cada santinho, além de ganhar uma releitura, também foi estudado por Giane. 
As obras de Giane podem ser vistas até o dia 30 de dezembro, no Shopping José Bonifácio." 

Do arquivo de publicações sobre meu trabalho, reportagem realizada por Patíricia Spect - Jornal Zero Hora, Porto Alegre, em dezembro de 1998.


Foto: Vista Lateral da Torre de Babel -coleção particular, pintei em 1997 em óleo sobre tela 160x110cm

2 comentários:

romério rômulo disse...

giane:
vim conhecer.
um abraço.
romério

Giane Pereira Soares disse...

Obrigada, Romério, fique livre também para vir até aqui e divulgar seu trabalho, será uma honra recebê-lo!!
Saudações, Paz e Luz