10 julho 2017

Fraude nas urnas eletrônicas brasileiras


Eleições para Presidente do Brasil - Um ano a mais e tudo mudará?

Dentro em pouco teremos eleições presidenciais no Brasil. Devido a importância do momento de crise política histórica, um ano de prazo para o surgimento de um candidato e sua aprovação popular nas urnas é um período insuficiente.
Tendo-se em mente que a permanência de Temer em seus arroubos reformistas é insustentável o quadro é de uma complicação inaudita.
Devemos ter em mente que vivemos uma situação de aparente democracia, de casos comprovados de eleições por urnas fraudadas e descalabro e corrupção entranhados profundamente na estrutura de assentar presidentes. Se o próximo presidente for eleito no próximo ano, nas circuntâncias atuais, teremos uma destas eleições que são meros processos de validação da classe política, que novamente empossará o seu representante, que governará através dela e para ela.





04 julho 2017

Temer o Mau Conselho

O mundo está preocupado com o derretimento das calotas polares devido ao aquecimento do planeta, os países com área costeira determinados a proteger a parte que lhe toca nos oceanos, mas Temer assumiu após o impeachment de Dilma e resolveu encampar uma batalha contra os aposentados e os trabalhadores em projetos que desejam jogar a aposentadoria para anos mais tarde do que o que está previsto em lei e um em que o trabalhador perde imensas garantias e estabilidade.
Parece, após a pressão das bases, ter engavetado o projeto de prejuízo aos aposentandos, mas persiste na ideia de que firmará seu nome na história através da aprovação da alteração na lei trabalhista.
Oh, sim, passará para a história e terá seu nome pronunciado como um azar do povo, que depois de uma má escolha nas urnas, em que a presidente reeleita vem incapaz, tendo o vice como sucessor, recebe um inimigo como presidente, cujo método de aprovação dos projetos é a compra aberta e deliberada dos opositores -  e dê-lhe verba para sindicatos se protestam, liberação de fundo de garantia em ocasião sui generis para maquiar o humor do povo e ameaças aos políticos que declaram oposição em futuras votações. Ele é um chefe, quando deveria ser um presidente e como chefe de quadrinhos pretende que os trabalhadores tornem-se caricaturas manipuladas ao bel prazer de seus contratantes. Já é um relacionamento difícil dadas as circuntâncias econômicas que chegamos após tanta imperícia administrativa federal...
Os desastrosos governos de Lula e Dilma apeados, a posse de Temer em curto período tinha necessariamente que proporcionar uma transição administrativa segura para o presidente que será eleito em 2018. Mas Temer mostra com o desequilíbrio que estava plenamente integrado àquele governo descontrolado do PT. É como penso, legenda é uma parede, mas o poder é a casa. Ao entrar porta adentro o que se faz e decide nela é alheio aos anseios dos que estão fora. Se lá dentro existem repartições, isso não altera as soluções encontradas pela casa. Não para o povo. Nem para eles, como tão bem demosntram as atitudes de Temer.
Eu sei porque ao invés de Temer sair defendendo aguerridamente a proteção de nossa extensão territorial marítma, por exemplo, um projeto bom e bonito, conectado e imprescindível, está agindo como está. 
É porque o segundo escalão permanece, é porque o conselho é o mesmo. É porque a figura central, perdida no tiroteio se agarra às bases e se vê que o resultado não é bom e tem tempo de mudar, muda,mas se não há e o mau conselheiro está tão incrustrado que já não se distingue do líder, passa o líder a ser um mamolengo e quanto mais destemido e habil no papel for, menos perceptível será a presença do titereteiro.
É uma pena, mas há Loures, há um costume, há conivência, há político no Congresso Nacional há quarenta anos.


24 junho 2017

Terceira edição do livro Problemas dos Queijos, de Mucio Furtado

O conceituado internacionalmente, especilista em queijos, Mucio Furtado, acaba de lançar seu livro que está na terceira edição, "Principais Problemas dos Queijos: Causas e Prenvenções, que nesta edição vem patrocinado pela igualmente celebrada empresa, a Fermentech.
A primeira edição do livro ocorreu em 1999, a segunda em 2005, e o lançamento da terceira, se deu em Juíz de Fora, na Minas Láctea. O local privilegiado por Mucio para esta celebração foi o stad da Fermentech, e ocorreu no início da noite do dia 19 de julho, último.
Profissionais expoentes da produção queijeira nacional e internacional se fizeram presentes ao evento que contou com a presença vocal da cantora Lorena Fernandes interpretando canções selecionadas do seu repertório MPB.
O valor apurado durante o lançamento em que o autor autografou sua obra, foi revertido ao fundo dos estudantes da renomada Academia Cândido Tostes.
Adquira seu exemplar acessando o site da 
Revista Industrial de Laticínios:


20 junho 2017

Temer Viaja no Tempo

Temer foi a Moscou, saberemos daqui alguns anos o que foi propor ao governo russo e se Vladmirovich Putin adotará com ele a postura do "me engana que eu gosto", pois a julgar pelo primeiro pronunciamento público de Temer na Rússia, tudo corre bem no seu micro governo de intenções de reformas macro.
Com o impeachment de Dilma nunca se pensou que seu sucessor fosse aparecer com reformas drásticas que pretenderia fazer passar em dois tempos, eu nunca acreditei que um vice aturado a contra gosto pelo PT, aceito por acordos políticos visando meramente a eleição de forma inconsequente através da união de forças e negociação de cargos e vantagens, ao assumir o lugar da presidente pudesse desenrolar num passe de mágica a herança maldita que ele mesmo ajudou a criar. Mas crente no bom senso do homem Temer, eu sua aparente vontade de passar para a história fazendo um bonito papel, pegaria as rédeas do país nas mãos e evitaria a capotagem da carroça.
Ôoooha! Mas que heroico!
E eis que educa-me na amplitude do leque de possibilidades.Negativas e desastrosas.
Não só pega o país em desgovernablidade como aumenta-a acrescendo à carga em desabalada corrida, os cristais do palácio, os corações dos aposentados e os sonhos dos contribuintes de aposentar-se segundo a lei que foi conquistada após muita luta.
Vai mudar tudo, pois diz que o país precisa, que é impostergável. Tira o foco da cobrança dos titânicos devedores do INSS para cobrar dos trabalhadores que aposentem-se mais tarde, que doem mais alguns litros de sangue ao país, pois as grandes empresas devedoras, aparentemente, assim determinam. Tal mirabolante projeto não pode ter sido engendrado por ele, que humanamente, ainda mais identidade política, não poderia desejar entrar para a história como o traidor dos trabalhadores, é ele o boneco de fazê-lo passar, apenas. E parece estar muito comprometido nisso para tão pouco tempo de estadia na presidência.
Suspeitas é o que não faltam, já que provas de atos ilícitos entre quatro paredes ou em restaurantes surgem todos os dias. Surgem agravos e desagravos recheados de terminologias jurídicas para tontear o atônito brasileiro, e driblar "nas  formas da lei" a justiça.
E nós nos educamos e ampliamos o leque de matizes de nossas palidezas diante de tanto descalabro.
Estive sem internet por quinze dias que me serviram para refletir imenso sobre a instabilidade financeira resultante da roubalheira política em no Brasil e concluí que muitos anos se passarão antes que concluamos nossa auto educação para o exercício da cidadania plena que não admite nem mesmo palavras de desrespeito por parte dos seus lideres - já que há sempre um mais preparado aguardando para representar a vontade popular.
Por enquanto é isso, Temer tocou fogo no país e foi pedir água na Rússia. Seu gabinete divulgou que se quisessem saber dele nestes dias, estaria na União Soviética, que nem existe mais. 
Todos podem errar, mas se o vice é apenas enfermeiro, o socorro ao gigante escangalhado no atropelamento perpretado por Dilma e Lula no volante da sua carreta vermelha, deveria restringir-se aos primeiros socorros triviais de manutenção de vida. Uma neurocirurgia só deveria ser realizada segundo avaliação criteriosa do médico que assumirá os cuidados do acidentado pelos próximos quatro anos. E é justamente isso que Temer alega: que a questão é emergencial, enquanto isso um dos maiores devedores que ele se nega a cobrar dava-lhe na campanha, malas com meio milhão de cruzados, cruzeiros, reais, ou dólares de seis em seis horas.
Que tratamento maluco é esse, seu Chapeleiro, substituto da Rainha?

  

01 junho 2017

Randolfe Rodrigues fala sobre a maior ameaça a Lava Jato

Reunidos na casa de Caetano Veloso, intelectuais comentam sobre o estrangulamento financeiro da Polícia Federal praticado por Temer e suas últimas medidas.
Afinal, é o que diz seu título diz, o vice da Dilma.

08 maio 2017

A Lava-Jato prende os criminosos e o Supremo tribunal solta?! - O General Heleno fala sobre isso

Será que os doutos ministros do STF avaliam o mal que têm causado ao País? Ou o Olimpo em que vivem os afasta totalmente da consciência nacional? Façam uma pesquisa para avaliar o que a população honesta pensa, hoje, da instituição em que militam. Vossas excelências votam calcados em saber jurídico? Não parece. Para a imensa maioria, fingem fazê-lo. Em votos prolixos e tardios, dão vazão a imensuráveis vaidades, a desavenças pessoais e discutíveis convicções ideológicas. Hoje, transmitem a Nação, alarmada pela criminalidade e corrupção que se alastram, uma lamentável insegurança jurídica e uma frustrante certeza da impunidade. passam a sensação de que o Brasil, com esse tribunal, não tem nenhuma chance de sair do buraco; e colocam em sério risco nossa combalida e vilipendiada "democracia".  Sabemos que são professores de Deus e lhes pedimos apenas que desçam do pedestal e coloquem o Brasil acima de tudo."

Texto publicado no Estadão, de autoria do General ex-comandante na amazônia e das tropas brasileiras no Haiti

04 abril 2017

As ações paramilitares em protestos contra a ditadura no Brasil

Sob o título "A Esquerda Mostra suas Armas", a revista Aventuras na História, de março de 2005 publicou um quadro negro com episódios emblemáticos das ações que trouxeram a elite do PT ao poder. sendo que a presidente recém impeachmentada Dilma Rousseff, protagonizou alguns destes.
Vejamos a síntese:
*Outubro de 1968
Militares do grupo chamado apenas de Organização, que mais tarde se tornaria o VPR, executam a tiros o capitão do Exército americano Charles Rodney Chandler, em São Paulo, na frente de sua esposa e de seus três filhos. Veterano da guerra do Vietnã, o militar foi acusado de ser agente da CIA.
*Agosto de 1969
Bombas da ALN destroem as vitrines do Mappin e do edifício da Light, no centro de São Paulo, que expunham arranjos comemorativos ao 7 de Setembro. Nesse ano, mais de 100 assaltos e explosões abalaram o país.
Quinze guardas e policiais e quatro cidadãos comuns foram mortos nessas ações.
*Setembro de 1969
O sequestro do embaixador americano Charles Burke Ellbrick, feito no Rio de Janeiro por um consórcio entre membros da ALN e o MR-8 deixaram os militares e o país perplexos.  Conseguem  a libertação de 15 presos além da veiculação de um manifesto pelas principais emissoras e jornais.
*Janeiro de 1970
Uma aeronave Caravevelle da Cruzeiro do Sul é sequestrada por seis militares da Var-Palmares armados de pistolas e metralhadoras, logo após decolar do aeroporto de Montevidéu, no Uruguai. Depois de ameaças e negociações para que o avião entrasse no Brasil, o avião foi desviado para Havana, Cuba.
*Junho de 1970
Para botar em prática o plano de sequestrar o cônsul norte-americano no Recife, membros do PCBR, precisam de um veículo. Durante a tentativa de roubar um fusca branco na cidade, um tenente da aeronáutica, Mateus Levino dos Santos, reage e recebe dois tiros. O militar morreu nove meses depois.
*Fevereiro de 1972
Oito integrantes de três organizações de esquerda(ALN, VAR-Palmares, PCBR) metralham e matam o marinheiro inglês, David Cuthberg, da Força Tarefa da Real Marinha Inglesa, no Rio de Janeiro. Sobre o corpo são lançados panfletos condenando o massacre de irlandeses pelos ingleses.
*Março de 1973
O consórcio entre ALN e PCBR e VAR -Palmares ataca novamente.
Cinco terroristas surpreendem, perseguem e executam o delegado de polícia Octávio Gonçalves moreira Júnior, acusado de tortura. Moreira Júnior era o chefe de seção de busca e apreensão do DOI/COD de São Paulo.
A reportagem é encerrada com a representação de um cartaz com fotos, divulgado naquela época:

"Terroristas Procurados!
 Assaltaram-Roubaram-Mataram
    Pais de Família"

Para mais detalhes, clique no link segura abaixo:


A Tercerização do Trabalho, ou o cenário do filme Elysium!

É a versão moderna da cafetinagem; o novo plano de terceirização do trabalho desenvolvido a jato e sancionado imediatamente pelo governo Temer, é o caso mais ilustrativo de quanto falta de politização ao povo brasileiro que praticamente perdeu todas as garantias e nem percebeu, o trabalhador, que de cônjuge do patrão, passou a ser garoto(a) de programa sem ser consultado e sem ter tempo de entender em que implica a mudança de status.
É tão somente isso. Agora o empregado será vinculado legalmente apenas a um intermediário, ele será contratado por um cafetão que poderá empregar técnicas de terror similares as desse agente e irá desempenhar os seus serviços junto ao cliente que o cafetão achar melhor.
A única coisa que faltou explicitarem é que quem não quiser ou puder pelo simples direito a não concordar com princípios ou falta deles, quem não concordar com  trabalhar para quem o cafetão escolheu, apanha, digo, será desprezado e despedido daquela agência tendo suas chances de reencontrar trabalho muito diminuídas, já que a tendência é que grandes e polarizadoras empresas se estabeleçam neste novo modus operandi. Talvez mesmo uma só. 

Mas através de uma classe política que tem direitos superiores aos reis e príncipes na monarquia, e historicamente através do governo do vice de Dilma, Temer que subiu de função no nosso entendimento para completar o tempo até a próxima eleição para manter a estabilidade depois do impeachment da sua presidente, a prostituição do trabalhador é além de merecida, desejável. 
A medida eliminou a chance do diálogo entre a empresa e o empregado. Agora você será avisado por um telefonema que não trabalha mais naquele endereço e não será necessário que lhe dê qualquer explicação. 
Desumaniza, esmaga e humilha. Em São Paulo eu conversei com pessoas que trabalhavam em tele-marketing que já viviam neste sistema regido por catracas eletrônicas, onde jamais o funcionário vinha a saber para quem estava trabalhando, nem via o rosto de qualquer superior, apenas o treinador e fiscal.

17 novembro 2016

É a Versão Moderna do Comunismo



Estava ajustando um vestido listrado preto e branco pensando se deveria postar o texto de fundamental importância para o mundo, que li em uma revista Época e guardei aberta no meu quarto com uma frase grifada. Compartilharia aquela frase, apenas, antes da eleição de Trump, mas então fiquei sem internet e agora, eis o que o texto tornou-se mais importante ainda. Usando este vestido corro o risco de parecer a zebra do desenho Madagascar. Não. Eu me sinto como a zebra, o Marty, especificamente quando ele corre pela pastagem e o leão, o Alex, louco de fome, olha para seu traseiro e imagina um suculento bife. É tão forte a associação que quase não consigo dar as costas a qualquer que me olhe com ele, mas isso o torna imensamente divertido  para mim.
É meter a mão em vespeiro, estragar a festa esquisita que se tornou a democracia deste momento. Os Estados Unidos, estaleiro de tudo que navega nas ondas contemporâneas, se põe a edificar um Titanic e a França levanta a mão na pessoa da candidata a presidência, Marine Le Pen, e diz eu quero um também; o povo francês quer viajar num destes Titanics também! 
Costurando meu vestido de zebra lembro da música do rei Julian, de Madagascar: "...vem, vai, navega no meu pique, navega no oceano como um grande Titanic"
Titanic, Titanic.
O texto que me tocou é uma entrevista que o filósofo Luc Ferry concedeu a Guilherme Evelin e foi publicada em 21 de setembro de 2015. A frase que eu havia sublinhado, vou grifá-la em vermelho no texto dele. Diz assim:
"...
Como vê os céticos, como o escritor francês Michel Houellebecq, que dizem que a secularização representa um declínio do Ocidente?
Ferry - Como escritor Houellebecq é muito talentoso. Mas como pensador, ele é débil mental. Sua tese é completamente estúpida e não tem nenhuma base na realidade. ele é depressivo, infeliz, tem problemas com o alcool. Não há absolutamente uma submissão do Ocidente ao islamismo. A europa é hostil à islamização. Contrariamente ao que dizem os pessimistas profissionais, nós estamos vendo na Velha Europa a emergência da sociedade hipermoral e de um humanismo moderno, como mostra a recepção de milhões de refugiados. 
Nunca tivemos tanta preocupação com os outros, com a ajuda aos deficientes físicos, aos fracos, aos mais idosos, com a igualdade entre homens e mulheres, com a solidariedade. Os pessimistas têm a nostalgia do mundo antigo. Mas o mundo antigo era atroz e abominável.
...
A ascenção da extrema-direita na França com a Marine Le Pen, não é uma mostra de que esse perigo fascista está também na europa Ocidental?
Ferry - É diferente, Marine Le Pen vai obter uma grande votação, mas não será eleita presidente. A ascenção da Frente Nacional é anterior ao problema dos refugiados e é uma reação contra o jogo de damping social permanente da globalização. O que diz Marine Le Pen? A globalização vai abrir as fronteiras e quebrar a solidariedade nacional. 
Marine Le Pen é muito talentosa e diz que é contra o racismo e que a solidareidade é seu valor fundamental. Mas sua solidariedade é o dinheiro da nação. Que os Franceses se ocupen de seus pobres, os alemãoes dos seus, os italianos dos deles. Isso, e, é extremamente perigoso. 
É uma questão ainda mais complicada porque dentro destes partidos há muita fraternidade. Eu sou um grande adversário da Frente Nacional, mas compreendo que um operário, que viu que o comunismo desapareceu e teme por seu emprego, veja a frente Nacional como uma esperança de salvação. E a Frente Nacional tem um programa neokeynesiano muito à esquerda, que é o mesmo de Alex Tsipras, na Grécia, e do Podemos, na Espanha. É a versão moderna do comunismo.
...
Acredita que o papa Francisco, um argentino, seja capaz de frear o processo de esvaziamento da Igreja Católica na europa?
Ferry - O papa Francisco é formidável. Em relação a seus predecessores, ele traz algo grandioso, que não é a modernização da igreja, mas o retorno a mensagem original de Jesus, de amor, de preocupação com os pobres. Ele fala como Jesus, e é muito importante ter um papa que leve uma mensagem de fraternidade num mundo católico que se tornou extremamente reacionário. 
A Igreja do Ocidente tinha se tornado uma instituição de apparatchiks. Todos os papas anteriores pertenciam à linhagem da instiuição eclesiástica. Como argentino, o papa francisco é alguém que sai da instituição e é exterior à tradição europeia em uma Igreja que se esclerosou."
Então Ferry, através do que grifei em vermelho nos diz quais são as características do moderno comunismo, quando perguntado sobre a atitude de barrar refugiados, da Hungria, ele declara também: 
"A Hungria é tudo, menos a Europa. Há uma fratura entre a Europa Ocidental e a Oriental. Na Velha europa, a democracia foi construída com tanto sangue, tantos sofrimentos e tantas guerras que nós sabemos o seu preço.
A Hungria faz parte dos países comunistas que não passaram pelo mesmo porcesso.
Sou a favor de que a Hungria seja expulsa da Europa. Victor Orbán(o primeiro ministro da Hungria) é um facista. 
É um lixo. 
Se a Comissão Europeia fosse mais corajosa, ela deveria excluir a Hungria da Europa."
E agora? Os eleitores de Trump nos Estados Unidos correram do gato e pularam na frigideira? 
Ferry diz que os princípios do moderno comunismo são os pregados por Le Pen e eles são similares aos defendidos por Trump em campanha? 
"-...sua solidariedade é o dinheiro da nação.
Que os franceses se ocupem de seus pobres, os alemães dos seus e os italianos dos deles."

É isso? E eles o elegeram essencialmente por tais principios serem racistas, pela duvidosa satisfação de adquirir e portar armas à la louco, de quebrar os acordos internacionais de redução de emissão de poluentes para diminuição do aquecimento global. 
"...navega no oceano, lá vai o Titanic"
No Brasil temos militares declarando que há uma ala de militares comunistas nas fileiras dos quartéis, que estão sendo preparados e infiltrados há muito tempo.
Do moderno comunismo, é claro!
Depois que ajustei o vestido preto e branco de zebra, remendei uma saia que já foi dito, parece-se com o rabo de um pavão; perua branca. 
Animais, currais eleitorais e planos sórdidos urdidos longamente, no tempo de quem não gosta de ler, assistir a cinquenta novelas, ou mais...

"A filosofia não consiste em fazer dissertações sobre temas que ninguém entende. A filosofia é: 
1- compreender o tempo presente; 
2- pensar a moral, como pacificar as relações entre os seres humanos; 
3- a questão da vida boa para os mortais."  - Luc Ferry

16 novembro 2016

A Lua de 15 de novembro, às 01:40h

A Lua, suas estradinhas e construções, suas aberturas, instalações em ruínas ou habitadas, pelos viventes que construíram as edificações ciclópicas espalhadas pelo mundo, ou por nós mesmos. Ontem à noite, a Lua que fotografei dos fundos da minha casa onde dormia o Joseph e falava com o namorado pelo chat do face, a Camille... ver a Lua novamente tão perto da Terra, só depois que eu tenha me tornado uma anciã e tenha falecido, somente depois que meus filhos tenham mais de cem anos. 
Mas que nada! 

 Quando eu nasci, os cientístas da nossa era analisaram que deveriam ver de perto estas estranhas formas lunares, se puseram a projetar equipamento de vôo e treinar tripulantes, naquela época somente estudiosos munidos de equipamento caríssimo podiam ver tais montanhas e crateras, ontem, em uma aldeia num pequeno vale do Brasil, saí aos fundos do quintal, apoiei a câmera fotográfica sobre o viveiro do coelho e fiz estas imagens.
Veja os picos iluminados na silhueta, aquelas formas que parecem traçado geomético centrado por edificações. Brincando de contrastar com o editor Picasa, deu para imaginar uma cadeia de contruções com pátio central. Eis a vida interior dos lunares, ou lunáticos, curtindo uma organização com pátio tipicamente mourisco, e Boris, o Animal em alguma cela subterrânea elaborando planos vingativos para quando esteja em liberdade, São Jorge e o seu mascote em busca duma criatura de Alfa Centauri que anda se aventurando por estas bandas e foi vista depredando o gradeado do farol daquela torre afastada do lado esquerdo da imagem... aquela ao lado do campo de pesquisa da NASA, não, não! Você está olhando para o da China. sim o da Rússia fica do lado de baixo, como todos sabemos.
É muito inquietante e interessante, tanta vida imaginária pendente da escolha do povo que nem a aceita, pendente e dependente das novas diretrizes que o mundo terreno seguirá após a eleição de Donald Trump para presidente da maior potência do planeta Terra.
Quando o mundo assusta o eleitor não politizado, ele, a maioria, vota em um pai que o trata como criança, elege um que  afasta a imaginação de si, que não lhe dê espaço a criatividade(alguns chamam-na de asas), o povo quer que tudo seja simples, o pés bem ficnados na terra, e confunde passado com simplicidade escolhendo líderes que simplificam, as cores são firmes, sem nuances. Ele não quer um mestre, ele quer um pai; deseja voltar a ser criança.

Eram os Deuses Astronautas?

"O Antigo Testamento dá descrições insistentes em que Deus sozinho ou com seus anjos, sob forte ruído ou grande desenvolvimento de fumaça, desciam em vôo direto do céu. Uma das descrições mais originais dessas ocorrências foi-nos legada pelo profeta Ezequiel:
'Aconteceu, no trigésimo ano, no quinto dia do quarto mês, quando eu me encontrava no rio Chebar, entre os exilados. Lá se abriu o céu...eu, porém, vi como vi como veio do norte um vento tempestuoso e uma grande nuvem, envolta em replendor e incessante fogo, em cujo centro refulgia algo como metal brilhante. E bem ao meio apareceram vultos como de quatro seres vivos, cujo aspecto se assemelhava a seres humanos. E cada um tinha quatro rostos e cada um quatro asas. Suas pernas eram retas e a planta de seus pés era como a a planta do pé de um bezerro, e brilhavam como metal polido.'
Ezequiel indica uma data bem precisa para a aterrisagem. Ele também vê, em observação exata, um semovente vindo do Norte, que brilha e é radiante e levanta enorme nuvem de areia do deserto. Imaginemos o Deus onipotente das religiões: tem esse deus necessidade de vir correndo desabaladamente de uma determinada direção? Não pode ele, sem espalhafato ou alarido, encontrar-se lá, onde deseja estar?
Sigamos a narração testemunho do profeta Ezequiel:
'Além disso vi, ao lado dos quatro seres vivos, rodas no chão. O aspecto das rodas era como o vislumbre de um crisólito, e as quatro rodas eram todas da mesma conformação, eram trabalhadas de um modo tal como se cada roda estivesse no meio da outra. Podiam andar para todas as quatro direções, sem virar-se ao andar. E eu vi, que tinham raios e seus raios estava cheios de olhos em toda a volta das quatro rodas. Quando os seres vivos andavam, também as rodas andavam a seu lado., e quando os seres vivos se elevavam do chão, também as rodas se elevavam.'
A narração é estupendamente boa; Ezequiel acha que uma roda se encontrava dentro da outra. Uma ilusão de óptica! De acordo com nossos atuais conhecimentos, ele viu algo parecido com os veículos espaciais que os americanos usam nas areias desérticas e regiões pantanosas. Ezequiel observa que as rodas se elevam do chão simultaneamente com as asas. Isso é exatíssimo. Naturalmente, as rodas de um veículo universal, por exemplo, um helicóptero anfíbio, não ficam no chão quando ele se eleva para o ar.
Continuemos com Ezequiel:
"Filho do homem, põe-te em pé, quero falar-te.' Esta voz o relator ouviu e, de temor e respeito, enterrou seu rosto no chão.
Os vultos estranhos interpelavam nosso Ezequiel como 'filho do homem', e queriam falar com ele. Segue o relato:
'...e ouvi atrás de mim um estrondo possante, quando a glória do Senhor se elevou de seu lugar, o farfalhar de asas dos seres vivos que se tocavam entre si, e o tilintar das rodas ao mesmo tempo constituiu um estrondo possante.'
Além da descrição bastante exata do semovente, Ezequiel nota também o ruído que esse monstro nunca visto produz, quando decola do solo. Designa o barulho feito pelas asas como um farfalhar e o tilintar das rodas como um possante estrondo. Não nos parece isso o depoimento de uma testemunha ocular?
Os deuses falaram com Ezequiel e instaram para que doravante restaurasse a lei e a ordem na Terra. Receberam-no em seu veículo e confirmaram que ainda não haviam abandonado a Terra. A ocorrência causou forte impressão sobre Ezequiel, pois não se cansa de descrever cada vez de novo o estranho veículo. Mais três vezes repete ele a descrição de uma roda ' que estava dentro de outra' e das quatro 'que podiam ir par todos os lados sem virar-se no andar'. E especialmente impressionado mostrou-se ele com o fato de o corpo inteiro do veículo, as costas, as mãos e as asas, até as rodas, estarem cheios de olhos. a finalidade e o alvo da viagem dos deuses revelam ao cronista, mais tarde, quando lhe dizem que ele vive em meio a uma geração rebelde, que tinha olhos para ver, e assim mesmo nada via, e orelhas para ouvir, e assim mesmo nada ouvia. Esclarecido Ezequiel sobre seu povo, seguem-se - como em todas as descrições de tais desembarques - conselhos e indicações com respeito à lei e à ordem, assim como sugestões com vistas a uma civilização adequada. Ezequiel levou a missão muito a sério, e transmitiu aos outros as indicações dos deuses."
-Erich von Däniken​ -no livro "Eram os Deuses Astronautas? Enigmas Indecifrados do Passado, publicado no Brasil pela Edições Melhoramentos


Fotografia: feita por Hawkins Joseph - vista lateral do Portal de Rolante