31 janeiro 2011

Prêmio zaP! 2010 - Elizabeth Misciasci


Premiados, Reverenciados, Homenageados, e Patrono eleito 2010:
O Prêmio
zaP! é oferecido pelo Projeto zaP! e veículos zaP! de comunicação, após termino de votações, recebimentos de indicações, análises de pautas, sugestões encaminhadas, enfim, tendo como princípio primordial, reconhecer todos àqueles que durante o ano, demonstram a necessidade de somar, provocar mudanças que possam somar, beneficiando coletivamente o ser humano e o planeta. A todos os que se empenham em atuar, divulgar propagar, promover, amparar, com demonstração de real e ativa preocupação com a sociedade, sem inércia, valorando o próximo, com o comprometimento de estar de qualquer forma doando solidariedade, distribuindo amor, dando a certeza de estar ininterruptamente objetivando um Mundo Melhor, ensinando, agindo, semeando o bem maior, e, principalmente zelando pela Paz!
O Prêmio
zaP!, é uma Homenagem REFERENDADO PELA UNESCO, com ampla abrangência, que com o passar do tempo, é cada vez mais pleiteado e respeitado. Um prêmio aos grandes: atores, autores, educadores, poetas, escritores, humanistas, jornalistas, celebridades, profissionais de diversas áreas, que de alguma forma, prestaram e prestam contribuições de grande valia á Sociedade, a Cultura, a Arte, sempre em prol da Paz! pela Paz! Em 2010, um dos Laureado , aclamado com louvor, recebendo Especial Homenagem - Prêmio de Excelência  foi o Presidente da Academia de Letras do Brasil (ALB) - Professor Doutor Mário Roberto Carabajal Lopes. ABAIXO RELACIONADOS, OS ILUSTRES PREMIADOS, HOMENAGEADOS 2010! 
Homenageado com o mais alto galardão, pelo Premio zaP!: 
Professor Doutor Mário Roberto Carabajal Lopes
Seu desempenho profissional exemplar, sua garra, luta coragem, grandeza, incentivo, apoio, dedicação, trabalho, principalmente dentro das áreas que mais atuamos. Por sua forma honorável de avaliar, analisar, ensinar, pesquisar, concluir, expressar, exemplificar. Pela forma como abre os caminhos, ensina, propõe, transporta; sua metodologia é oferta, é arte, é humanismo, é dignidade, é sapiência, é exemplo inspirador, é faculdade, é referencial a ser seguido. Por esta razão, o
Professor Doutor Mário Roberto Carabajal Lopes, foi escolhido entre os 1.280 (mil duzentos e oitenta) votados e indicados, como o Patrono do Prêmio zaP! no ano de 2010.Menção Honrosa Especial: 
•MOVIMENTO MARIA CLÁUDIA PELA PAZ -  Cristina Del’isola
•MOVIMENTO GIORGIO RENAN POR JUSTIÇA - Elizabeth Metynoski
•MOVIMENTO DA PAZ E JUSTIÇA IVES OTA - Masataka Ota e Keiko Ota
•MOVIMENTO GABRIELA SOU DA PAZ!-Carlos Santiago Ribeiro
•MOVIMENTO UMA PAIXÃO PELA VIDA- Senhores Wilson Caetano de Araújo e Ângela Guedert de Araújo
•MOVIMENTO HERMES POR JUSTIÇA (Hermes Tadeu Moraes) - Dalila Cristina Moraes da Silva
•DANIELLA PEREZ ARQUIVOS DE UM PROCESSO - Glória Maria Ferrante Perez
•MOVIMENTO PELO FIM DA VIOLÊNCIA CONTRA AS MULHERES E MENINAS por Rachel Genofre Senhoras Maria Cristina Lobo Vieira, Maria Carol Lobo
•MOVIMENTO LUTE – Carlos e Marion Terra
•ARYANE THAIS-VOZ QUE NÃO CALA! – Hipernestre Carneiro
•MOVIMENTO ESTADO DE PAZ -  Suzana Varjão
•QUEREMOS JUSTIÇA POR FERNANDA VENÂNCIO RAMOS – Sonia Ramos
•CASA DO POETA BRASILEIRO DE PRAIA GRANDE-SP
•PALAVRA NO MUNDO/ PAROLA NEL MONDO/ WORD IN THE WORLD/ PALABRA EN EL MUNDO
•MOVIMENTO POETAS DEL MUNDO
•PORTAL DO POETA BRASILEIRO - Aline Romariz
 
Prêmio de Excelência pelas ações e práticas nas pastas artística, educacional, social e cultural 
*Raí Souza Vieira de Oliveira (Jogador Raí) - Oferecer conhecimento e oportunidades às crianças carentes foi o que inspirou o ex-jogador de futebol e grande artilheiro Raí. O craque criou a Fundação Gol de Letra em parceria com outro craque e companheiro da seleção tetracampeã, o lateral-esquerdo Leonardo Nascimento de Araújo. As atividades iniciaram no dia 10 de dezembro de 1998 (Dia da Declaração Universal dos Direitos Humanos), em São Paulo, e se expandiram para Niterói e o Rio de Janeiro. Hoje, a fundação já atendeu aproximadamente 5.000 crianças com a missão de oferecer educação e cultura para transformar suas vidas. Em 2006, Raí, junto com outros atletas, criou a organização Atletas pela Cidadania, que se dedica a causas sociais.
*Clara Charf, viúva de Carlos Marighella, ativista e militante dos direitos das mulheres de longa e reconhecida história, com o apoio de várias representações do movimento de mulheres, feminista, popular, sindical e da academia. Presidente da Associação Mulheres pela Paz. 
*Edson Carlos Contar - (Edson Alkontar), Jornalista, compositor, escritor, comunicador, Turismólogo, Poeta, Membro do Instituto Histórico e Geográfico de MS Fundaçao Eduardo Contar- Genealogia e História, Academia Pan-Americana de Letras (APLA). Serviu sua cidade e Estado como Secretário de Turismo e em cargos de outras áreas públicas. Poeta destaque 2010 em Poetas Maravilhosos em Foco.
*Maria Elisabete Pereira Advogada, Diretora - Subsecretaria de Articulação Institucional Secretaria de Politicas para Mulheres/PR 2010.
*Dr. Jorge Lordello delegado de polícia licenciado e pesquisador criminal, referência da TV e Rádio. Escritor Internacional, especialista em segurança, palestrante e conferencista. Também conhecido como "DR. SEGURANÇA". Jorge Lordello presta consultorias a diversos programas do seguimento, tendo participação contínua no programa A Tarde é Sua, da Rede TV, como comentarista.
*Eliane Lima dos Santos (Eliane Potiguara), Diretora da Rede GRUMIN de Mulheres Indigenas.
*Dr. Raimundo Nonato Albuquerque Silveira – (Raymundo Silveira) Médico, escritor, colunista internacional do jornal “The Brazilian Paper” (USA), colaborador zaP! Foi Diretor e Professor da Faculdade de Enfermagem de Sobral de Maio de 1972 a Fevereiro de 1984; obteve o Título de Especialista em Ginecologia (TEGO), de Novembro de 1979 a Junho de 1990 foi membro do Conselho Editorial da Revista FEMINA, órgão oficial da Federação Brasileira das Sociedades de Ginecologia e Obstetrícia onde publicou cerca de meia centena de artigos científicos. Dr. Raymundo Silveira, também tem trabalhos publicados em livros e outras revistas médicas como: Prevenção e Diagnóstico do Câncer na Mulher, Ceará Médico, GO Atual e Revista Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia. Laureado no concurso "Prêmio Literário Para Autores Cearenses" - uma promoçãoda SECULT / CE –em 2010. Ray Silveira também é sócio da Sobrames (Sociedade Brasileira de Médicos Escritores) e bolsista da FUNARTE.
*Edimar Tobias da Silva (Tobias da Vai Vai) cantor, ator, radialista, presidente da escola de samba paulistana Vai-Vai. É também um dos fundadores da Afrobrás – Sociedade Afrobrasileira de Desenvolvimento Sociocultural, a mantenedora da UniPalmares - Universidade da Cidadania Zumbi dos Palmares, da qual é presidente de honra.
*Amábile Silva Link Instituto de Administração Penitenciária do Acre – IAPEN Gerente de Controle e Execução Penal.
*Juvenal Teodoro (Payayá), coordenador geral do MAIP (Movimento Associativo Indígena Payayá). 

*Leci Brandão da Silva (Leci Brandão) cantora, compositora, membro do Conselho Nacional de Promoção da Igualdade Racial e do Conselho Nacional dos Direitos da Mulher, eleita Deputada Estadual pelo estado de São Paulo, em 2010.
*Ariel Osorio Silva Director CEDEHS (Centro de Estudios para el Desarrollo Humano Sustentable) – Espanha.
*Professora Eliane Borges da Silva Doutoranda em Ciência da Informação - IBICT/UFF Mestre em Comunicação - FACOM/UFBA, Técnica em Ass. Educacionais - UFRJ/Fundação Cultural Palmares, e Coordenadora Mulheres negras: do umbigo para o mundo.

*Marilza Albuquerque de Castro, Bacharel e Doutor em Letras Clássicas/Especialização em Artes Cênicas Observação: Alguns cursos outros, inclusive da ABL. Escritora (poetisa, trovadora...) Ex-Radialista e Atriz. Professora, Presidente do InBrasCI- Instituto Brasileiro de Culturas Internacionais, Embaixatriz Liter. Efetiva do Portal Mhário Lincoln do Brasil/ Comendadora da Imperial Irmandade do Mérito Regente D. João VI(OMPH)/2ª Secr, da eABT –Acad. Brás. de Trovas/ Conselheira da UBT-Rio/Membro da Liga de Defesa Nacional/Ex- Presidente da Acad. Pan-Americana de Letras e Artes (APALA) /Ex-Diretora Cultural da Fed. das Academias de Letras do Estado do Rio de Janeiro – FALARJ/membro da Assoc. de Jornalistas e Escritoras do Brasil – AJEB/Rio/ Fundadora e ex-editora/redatora d’O Ajebiano Carioca./Ex-2ª Secretária da FALB (Fed. das Academias de Letras do Brasil) e ex-Superintendente da CONFALB/Ex-2ª Secretária do CEBLA/ Salão do Atmaísmo (organizadora)/ Membro Honorário da:FALAEMG,ANLA e outras, Membro efetivo da ALAP-Acad. de Letras e Artes de Paranapuã dos Grêmios de Haicai Águas de Março e Sabiá. Prêmio Lion’s Cultura 2004. É autora da letra e da música do Hino do InBrasCI e do Luz, Paz, Amor e da música da Canção do InBrasCI e co-autora da letra da mesma; como compositora, já produziu letra e melodia de várias outras músicas. Reconhecida Ph.I. Filósofa Universal pela ALB (Academia de Letras do Brasil) 
Neste Ato Eu, Elizabeth Misciasci, expresso em meu nome e em nome de todos os que se empenharam para que pudéssemos prestar nossa gratidão, respeito, reconhecimento a todos homenageados Profissionais da mais alta competência e Seres Humanos da Melhor qualidade, que nos Honram, engrandecendo e abrilhantando mais um capítulo dessa história! 
Elizabeth Misciasci   
 Presidente do Projeto zaP! e veículos de comunicação zaP!
(Copyright © 1999 -2011 - Todos os direitos reservados) Estatuto do Projeto
zaP! Acesso ao Estatuto, aqui.

Nota Flor Amarela: Entre as centenas de personalidades indicadas, alguns dos mais votados são meus amigos, admiráveis itelectuais, activistas culturais e ambientais: a artista plástica e escritora mineira Andreia Aparecida Silva Donadon Leal, a escritora, Xamã Baby Garroux, a escritora Clevane Pessoa de Araújo Lopes, a produtora cultural internacional radicada na França, Diva Pavesi, o escritor brasileiro e Embaixador da Paz radicado na Ilha da Madeira, Édison Pereira de Almeida, a web designer e poeta  Efigênia Coutinho,  e o renomado escritor, poeta,admirável cordelísta, Gustavo Dourado. 
           Para ver o Salmo 23 em vídeo, clique no título da postagem

29 janeiro 2011

Troyart Internacional no MuBE

Hoje, na condição de artista expositora, visitei a Troyart Exposição Internacional, que está energética, bombando no MuBE. Artistas de 32 países participam com 434 obras que estão expostas sobre fundo amarelo ouro que vibra e movimenta os robôs psico-fálicos, anarco-trópicos, europeus e asiaticos, muitos simpáticos, alguns pernósticos, que evoluem e revolucionam... A TROYART tem a Curadoria Angela Ferrara, Coordenação Geral:Renata de Azevedo Silva, Direção de Arte: André Luiz Carvalho, Material e Suporte: Nelson Schiesari e Roberto Stelzer, Produção: Fernando Lopes e Karen Alcantarilla. Certamente uma difusão artística que vai dar muito o que fazer aos professores da garotada que anda por lá. Conforme Aline Rodrigues, musicista e artista expositora que me monitorou na visita, ninguém  permanece  indiferente percorrendo as alas da exposição. Muito menos eu, já que no tempo pré-determinado o meu trabalho, o Quetzalcoatl, despediu-se e foi para a Exposição Troyart, pegou sua valise cheia de energias telúricas, de vida e abundância de alimento físico e espiritual, e que só abre quando quer ter uma ascese espiritual, disse até outubro -não sei o que quis dizer, vai ver apenas acha lindo o som, mas em se tratando de uma Serpente Emplumada, mesmo que disfarçado de robô, quem está por perto treme a qualquer suspiro -e foi-se. Reencontrei-o hoje, lá, num nicho trés interessante, bem iluminado, bem disposto, artes da Angela Ferrara, eu sei. Perguntei-lhe se passava bem e ele nem bola, dando uma de importante, ou talvez na tal ascese internacional... Donde está, vê tudo! Exposição bem interessante, é enternecedor observar o que 434 mentes criativas fazem com kits básicos iguais, a diversidade produzida é encantadora, inspiradora, dali todo mundo sai dizendo que vai pintar e bordar com brinquedos, ou cacos deles que encontrar... 
Para a música da cura, clique no título da postagem

25 janeiro 2011

A Cara de São Paulo

Isac Patlajan é contador de história voluntário. Junto com a esposa Cira, é um dos fundadores do grupo Era uma Vez do Centro de Cultura Judaica.
O grande Isac levanta-se para contar uma história: um albatroz que abre as asas e quem viaja é o expectador. 
Eu fico com palpitação. 
Que novo enigma irá propor este filósofo mestre em contar Jorge Bucay
A primeira que ouvi dele foi O Centauro Indeciso – eu precisava me decidir! Depois veio uma sobre A Vila dos Poços que secaram por permanecerem superficiais ou se entulharem de traquitanas desnecessárias; me aprofundei rumo a fonte, precisava entrar em contacto com a questão nuclear. 
A última que narrou foi no encontro do final do ano em uma recepção belíssima na casa de seu genro Isaías e de sua filha Thema, contadora de história do Era Uma Vez também. Contou sobre o homem que encontrou o maior brilhante do mundo, para não ser roubado não o lapidou e deixou-o jogado entre as pedras comuns...ele sabendo onde estava lhe bastava...o maior diamante do mundo...Isac, Isac!  
Thema contou ao grupo numa reunião em que o pai não esteve presente, que Isac transpira histórias, reúne o grupo que caminha na mesma praça e uma vez por semana conta quinze minutos de história..
Ele fez aniversário ontem, dia 24 de janeiro. Parabéns ao mestre Isac, que humaniza São Paulo.

Maicom fará aniversário no próximo dia 27, conheço este rapaz sensível, bonito e forte desde antes de nascer. Já houveram diferenças entre nós, alguns desencontros e muito crescimento, amadurecemos juntos.
É meu filho mais velho. 
Hoje editor de vídeos. Tatuador aos dezoito, vocalista de banda de rock aos dezesseis, poeta bem criativo aos quinze; aos treze já era companheirão para qualquer situação, extremamente responsável. 
Aos dez era construtor de cabanas e carros de rolimã, aos nove, especialista em contos sobre a mãe: "Descreva sua mãe", pedia o exercício escolar: “Minha mãe é desenhista, ela adora cuidar do aquário e organizar a casa, mas se tem que organizar muitas vezes seguidas fica furiosa!”
Aos seis, alfabetizado pelo questionável método construtivista respondeu em um questionário:
Você tem animalzinho de estimação? Qual?
-1 Kão. Kóker.
O que ele come?
-Koker koisa!
Em 2010 fez este filme sobre meu trabalho: http://www.youtube.com/watch?v=-5XZ_D8KQ_0  iluminou, dirigiu, filmou e editou, ah, me ensinou a postar no you-tube. 
Agora quero outro filme, mas hoje em dia somente entrando na fila de projetos.
Ama São Paulo que lhe deu a esposa, Marina Galafassi, que lhe deu o filhinho Davi, o bonito garoto nascido neste último dia 22 de janeiro com 3.100kg, na Maternidade Santa Joana, na São Paulo que ensinei-o a amar desde menino.
Um dia moraremos em São Paulo, nos olhávamos sonhadores, acalentando o projecto.

Tetsunosuke Ohata tem 87 anos, veio do Japão com a família em 1928 no navio Kanawa, em uma viagem certamente braba para uma criança de quatro anos de idade. Desembarcaram no Porto de Santos e foram direto para uma fazenda de café no interior de São Paulo. Logo que chegou ao destino, adoeceu e permaneceu febril por dois meses entre a vida e a morte. Quando recuperou-se, a família, surpresa, percebeu que ele havia esquecido o período da primeira infância no Japão. Abandonaram a fazenda cafeeira e foram trabalhar por conta própria na agricultura. Tetsunosuke casou-se com Miharu e tiveram oito filhos, é um dos fundadores do Sindicato Rural de Araçoiaba, formou os filhos enquanto cuidava de suas plantações, participando e desenvolvendo projetos comunitários. Da sua produção agrícola surgiu a resistente cebola batizada com o nome da família. Recentemente retornou ao Japão acompanhado pelos filhos, Jaime e Nanci. Reencontrou a casa familiar totalmente preservada e os primos que moram nela, declarou encantado apontando para o silo de armazenagem de grãos com tratamento anti-incêndio e enchente que integra o conjunto arquitetônico:
- Havia um barco pendurado ali, naquela parede!
O primo com quem trocou correspondências a vida toda respondeu que sim, que recentemente tiraram o barco dali. O homem é como uma cebola, tem muitas camadas. A memória não se fora com a febre da chegada ao Brasil, apenas se escondera em uma camada interna. O Sr. Tetsunosuke Ohata faz São Paulo!

Quando a mãe partiu acompanhando o pai em uma longa viagem de missão humanitária, foi deixado com o irmão um pouco mais velho num internato nos Alpes.
Discordando da solução encontrada pelos pais resolveu protestar com auto-mutilação. Munido de uma tesoura ensaiou em um dedo, outro, mas resolveu tentar com o que carregava entre as pernas, que parecia não ser tão útil...tinha quatro anos de idade.
Um colega de quatro anos e meio, mais experiente e sabedor das funções anatômicas, alarmado dedou o revoltoso que foi posto de castigo por uma noite, ou algumas horas - o que dá no mesmo nessa idade - em um sótão repleto de aranhas.
O empresário Jorge Magnus Landmann, casado há 32 anos, pai de dois filhos, é avô orgulhoso de três netos.  
Na época do internato, após o castigo começou a apreciar os esquis, agora retoma o jogo de ténis que em função da frenética vida profissional deixou de lado há alguns anos.
Conheci-o pessoalmente na cerimônia de abertura de uma exposição no Museu Brasileiro de Escultura, em 2008. 
Assumiu a presidência da entidade livrando-a de uma situação caótica gerada pela inaptidão administrativa da presidência anterior.
Queixa-se das dificuldades da administração, mas apesar delas conseguiu, com sua equipe, dar vida ao MuBE e torná-lo um pólo de irradiação da cultura contemporânea mundial, para tribos de todos os estilos. 
Jorge Landmann é um paulistano, construtor e realizador, administra superando limites e quem conhece sua história de triscas eras, sabe que é capaz de qualquer sacrifício para honrar compromissos.
Hoje em dia, graças aos justos correctivos das freiras dos Alpes, usa métodos adequados e seus intentos são construtivos, um líder capaz de suportar privações para concretizar seus projectos.
Jorge Magnus Landmann faz São Paulo.

O senhor Alvarício morava em Minas nas terras de sua tia. Seus pais plantavam fumo e cana. Sua tia era uma negra alta que fumava cachimbo. Ela tinha casa de comércio no entroncamento dumas estradas muito importantes.O senhor Alvarício e eu concordamos que quando crianças, ver os grandes cozinhando o caldo de cana para virar melado era como presenciar uma espécie de magia sendo conjurada, a magia da doçura. 
No RS eu os via fazendo melado, ele em Minas, pé-de-moleque.
No Rio Grande do Sul os grandes reclamavam pelo resto da vida da trabalheira, a fervura da pasta aquecia até o mato onde eu corria com as primas na chuva...que ninguém jamais fez melado em dia quente, pois loucura tem limite!
O senhor Alvaricio, em Minas não tinha tempo para correr na chuva, ele disse que trabalhava desde cedo na roça. Ainda ajudava no comércio da tia... Na sala onde ela guardava o fumo as paredes eram pretas, impregnadas de alcatrão.
Só de falar seu Alvarício parecia  sentir o cheiro daquele fumo - sem veneno nenhum! O engenho foi definhando, se fosse hoje era uma beleza, veja o quilo do açucar mascavo a doze reais dona Giane?!
Então ele cresceu e veio para São Paulo, veio morar com uns tios e trabalhou num aviário - mas ô coisa mais trabalhosa e fedida é galinha. Dá um incomodo. Então aprendeu o oficio de pedreiro e foi se aprumando. Agora estava morando pros lados de Perús, que a casa da Politécnica deixou para o filho solteiro. O casado é formado em programação de computadores, viaja, se diverte e vai cada vez melhor na vida.
Em Perús estava agradável de morar e uma sobrinha cuidava da sua esposa quando ele saía, ia ao médico, ou trabalhar.
A esposa está doente, vive a tentar fugir, deu Alzheimer nela e se tornou uma pessoa bem nervosa.
Ele ficou doente também, mas fez quimioterapia e estava se recuperando, voltando a ter cabelos, só era bem desagradável sentir enjoo depois das sessões.
Seu Alvarício era testemunha de Jeová, no meio da tarde eu servia-lhe um café e pamonha mineira, guardava-lhe  doce e da salgada, gostava de ouvir sobre as leis da religião dele.
Ele sabia muito do mundo, tinha flexibilidade e benvolência para julgar os estropícios que comentávamos. Trabalhava para a imobiliária. Na primeira vez que veio logo após a mudança não encontrei a chave para abrir a porta, ele falou lá que eu talvez tivesse ficado com medo de abrir a casa por ele ser negro, quase morri de vergonha.
Na segunda vez, levei-o para ver a Nossa Senhora Aparecida padroeira do Brasil, pretinha da Silva, que foi a primeira moradora da casa que se instalou na capelinha, no melhor lugar da cozinha, vendo tudinho, cuidando e abençoando também... Seu Alvarício se amansou, pintava, consertava e proseava.
Quatro anos... Na última vez que veio trouxe ajudantes, foram seus aprendizes, quando precisava por muito trabalho, ou agora que andava fraco, o socorriam.
Seu Alvarício contou que na época que veio para São Paulo ainda passava tropa de gado na Rua San Gualter, que as Marginais não eram asfaltadas e o pessoal tomava banho no rio Tietê.
Ele costumava dizer: São Paulo, sabendo viver, não tem melhor!
E ajudou erguer São Paulo, na sua longa e honesta vida  

Para ver o vídeo cara-música-bandeira de São Paulo, clique aqui. Presente recebido do Embaixador da Paz: Édison Pereira de Almeida, paulistano radicado na Ilha da Madeira, no dia em que sua cidade natal comemora aniversário.http://www.youtube.com/watch?v=jFAL4mnp_OA


22 janeiro 2011

Metrô Flor Amarela

 Ela entrou na estação da Liberdade:-ganhastes estas flores? "Ah, não, levei para uma amiga, ela não estava, viajou..." Disse que desceria no Paraíso e acabamos entrando novamente no mesmo carro para Vila Madalena/Flor Amarela. A moça se chama Micheli, nasceu em São Paulo e aos cinco anos de idade mudou-se com a família para Aracajú, agora os pais ficaram lá e ela voltou - vontade própria carregando uma flor amarela, na sexta-feira garoazinha.
Egberto Kuro, eu, Kimie Watanabe e Filipe Kim, fotografados por Gil no Kohii. Eu pintava e eles visitavam a exposição GPS/Ohata após o café, conversavam sobre o significado das pinturas, assunto interessante, integrei-me! Simpáticos e grandemente interesados, voltam na semana que vem.
Para um sábado com graça, veja Konis Hopen, clicando no título da postagem.

21 janeiro 2011

Bibliotecas Públicas Municipais de São Paulo

Para aumentar a imagem, clique sobre ela. ERRATA - ALTERAÇÃO DE HORÁRIO:das 12h às 18h. Excepcionalmente, a Feira de Troca de Livros e Gibis e a exposição do novo ônibus biblioteca acontecerão no dia 25 de janeiro
Confira a programação completa das Bibliotecas em www.bibliotecas.sp.gov.br - Foto: Rio Paraíbuna (net). Para ver o vídeo que mostra de quem é a culpa pela tragédia ocasionada pelas enchentes, clique no título da postagem.

19 janeiro 2011

Exposição no Kohii

Links para alguns sites onde a exposição Ohata / GPS foi noticiada:
Japan:  
http://madeinjapan.uol.com.br/agenda/2011/01/10/exposicao-de-obras-de-giane-pereira-soares/
Bunkonet:
http://www.bunkyonet.org.br/cultura-japonesa/index.php?option=com_gcalendar&view=event&eventID=b2d1dnN1MjllaHU3NmZranIyMXNwbTZ2MmtfMjAxMTAxMTVUMTIwMDAwWiBkcjZyMmN1aW9zY2h0czNvcjdqbWw4NmpqMEBn&start=1295092800&end=1295125200&gcid=3&Itemid=22&lang=pt  
Comunique-se - O Portal da Comunicação:
http://www.comunique-se.com.br/conteudo/materia_prima/ver_materia_prima.asp?menu=MP&id_tipo=1&id_post=181465&caller=/home.asp
Jornal Nippak -clique na imagem para ampliar, reportagem e fotos da competente jornalista Luci Júdice:.
 E o adorável comentário divulgado aos poetas e escritores pelo comunicador, Embaixador da Paz, Édison Pereira de Almeida, ativista ambiental e escritor brasileiro radicado na Ilha da Madeira: "Ei da Poltrona, diria Renato Aragão, veja o que pode fazer em São Paulo, conhecendo uma grande Artista Plástica, GIANE SOARES, atuando IN LOCO, e apresentando seus trabalhos na Rua da Glória 326, ela como Gaúcha traz na algibeira das Artes o encanto das Serras Gaúchas e aquele ar de roda de chimarrão onde o convívio , a descontração, o amor ao próximo vem a tona pela forma como eles Gaúchos realizam este sagrado ritual. E, se não puder ir por estar muito distante, visite o site dela, e verá que esta Brasileira o que faz o faz com AMOR E ARTE. Bom divertimento, e, nem queiram saber como eu adoraria estar no lugar de vocês, por isto, quando lá estiverem dêem a ela um grande abraço meu, agradecido de todo meu coração e Alma!
Édison Almeida"
Fotos: 19 de janeiro, iniciando um San Lucio di Cavargna, o santo queijeiro que viveu em 1300 na Itália. Abaixo, com familiares dos empresários Takaki, eu, Carolina, Dona Maki, Ana Carolina e Mari Takaki. Para ver o vídeo "O Menino Jesus", palavras de Alberto Caeiro pela voz única, grave e ternamente sentida de Maria Bethânia, recebido da amiga, a Dra. Anabela de Araújo, de Portugal, clique no título da postagem:



 

17 janeiro 2011

Centro de Cultura Judaica - Curso de hebraico - quero aprender!

 Inscrições: 113065-4549 / secretaria@culturajudaica.org.br - Rua Oscar Freire, 2500, ao lado do metrô Sumaré. Para Asturias  - Isaac Albeniz, clique no título da postagem.

16 janeiro 2011

GPS/Ohata no Kohii & Cultura 11-01-11

 Panorâmica no Kohii & Cultura na noite de abertura da exposição de trabalhos de minha autoria realizados nos últimos dez anos e colecionados por Nanci Ohata e família, participam da mostra de esculturas e telas trabalhos que foram cedidos gentilmente por Helena Ohata, irmã de Nanci, e pelo patriarca da família, Tetsunosuke Ohata,Helena cedeu a Madona Cistine e Tetsunosuke, cedeu o França, que realizei em 2099 e foi hors concour no Salão de Pinheiros do mesmo ano. A exposilção GPS/Ohata fica no Kohii até o próximo dia 12 de fevereiro, a visitação é aberta de terça a domingo, e neste período o meu atelier esta alí, no Kohii, onde estou recebendo amigos, pintando e desenhando, o Kohii fica na Rua da Glória, 326, Liberdade.
                                 Representante da comunidade de escritores da Liberdade.
 O engenheiro Toshio Ohata (em pé, camisa azul) e a irmã Nanci, recepcionam familiares e amigos
 Ilustre visitante, eu, a empresária Nanci Ohata e Rumi Kusumoto, Vice-Presidente do Bunkio
                                                       Beliskinho do Kohii
 Com a família de empresários, Jun Takaki, o dinâmico proprietário do Kohii, sua mãe, a simpática Mari Takaki da Gráfica Nippak e a bonita irmã, Yoko Takaki, administradora de empresas
                               Monitorando a exposição para Paulo França, ativista cultural e jornalista.
                                                  Uma das esculturas da mostra, Ísis e Osiris
Todas as fotos que ilutram este post, são de autoria de Luci Júdice Yizima, para ver um vídeo realizado em meu atelier, clique no título da postagem.

O gato vegetariano - Youxizhuren

O gato achou que estava ficando velho demais para pegar o rato, colocou um colar de monge no pescoço e saiu a passear. Os ratos ficaram surpresos com a mudança, pois monges geralmente não comem carne.
-O gato agora é vegetariano - gritou um deles, correndo para anunciar a novidade. Depois de uma longa reunião, os ratos decidiram ir em cortejo agradecer ao gato por uma decisão tão sábia. Um pequeno grupo decidiu não participar da cerimônia dizendo que podia se tratar de truque do gato.
O cortejo já era esperado pelo gato, que partiu então para o ataque, agarrando três ratos, dos grandes, e devorou-os ali mesmo, na frente dos outros que fugiram apavorados.
Os ratos reuniram-se novamente para discutir a situação:
-Eu bem que avisei que isso era um truque!
Houve quem não apreciasse esse cometário. Um rato que ali estava de visita explicou:
-Esse fato só comprova que gatos vegetarianos são mais ferozes que carnívoros!
autor: Youxizhuren
Foto:Tigre com calor, pintei em óleo em 2005. Para ver o vídeo sobre meu trabalho, filmagem, direção e edição de Maicom Thomé da Cruz, clique no título de postagem. 

14 janeiro 2011

Abertura da Exposição Troyart Internacional no MuBE- É hoje!

 Cursos
Informações pelos fones:2594.2601 r.21, 14h às 19h, com Eneida Fausto
Formulário de inscrição: http://www.mube.art.br/?Cursos&area=cadastro 
Informações: cursos@mube.art.br
http://arteparavoce.blogspot.com/
- Epistemologia da Arte: A arte como ela é e sua complexidade - Prof. Rubens Espírito Santo
AULA APRESENTAÇÃO: 19.01.2011
- História da Arte  Universal Sintética – Prof. Rô Gonçalves
- Patrimônio Cultural Brasileiro - Aula Magna – 24 fevereiro – Profa. Maria Cristina Caponero
Férias
- Casa-corpo: o desenho e o mundo - Prof. Maíra Vaz Valente: público - 08 a 14 anos
 Para ver um lindo vídeo com imagens da BBC, clique no título da postagem.

13 janeiro 2011

Luz intensa no Kohii - Abrindo exposição GPS/Ohata

A chuva atrapalhou a ida de muitos amigos até o Kohii & Cultura para a abertura da Exposição Ohata, mas os que lá compareceram fizeram uma noite de total encanto e harmonia. Como autora dos trabalhos expostos, não consigo expressar-me devidamente, encontro-me em pleno processo de atesouramento do momento que foi raro e lindo, como alguns diriam; estou sem palavras. Entre os presentes, o jornalista Paulo França, a blogueira Priscila Fontanele, os escritores Paulo Sano e Kenji Miyo, o fotógrafo Du Zamppani, e representando o Bunkio, a glamourosa Rumi Kusumoto, a belissíma jogadora de volei e futura economista, Marina Ohata Santana, o renomado engenheiro Toshio Ohata, e vinda direto da gravação de um comercial, a atriz e contadora de história Marlene Spigel. Enquanto aguardo as fotos oficiais que serão fornecidas pela assessoria de imprensa do Kohii, na pessoa da competente jornalista Luci Júdice, vou postando algumas familiares. Foto1 - Mieko, a elegância da feminilidade e o refinamento da delicadeza em pessoa, eu, Zeller, o gaúcho natural de Santa Rosa, com o qual tive a oportunidade de exercitar o dialecto da região das Missões, noivo de Mariza, a encantadora filha de Mieko, Zeller e Mariza criaram uma brecha na puxada agenda dos preparativos para seu casamento que acontecerá no próximo final de semana, para prestigiar a amiga familiar de longa data, Nanci Ohata, a querida amiga e colecionadora do meu trabalho, que emprestou para esta exposição sua coleção de esculturas e pinturas formada nestes últimos dez anos. Foto 2 - A empresaria Nanci Harumi Ohata, que tanto me incentivou para realização desta exposição, ao seu lado a estudante de teatro, a graciosa Camille Luar, o editor de imagens Maicom Thomé da Cruz, a sempre bonita relações públicas internacional Marina Takejame, curtindo os últimos dias da gestação de David em noite espoleta de menina pimentinha, e a simpática e talentosa artista plástica Zizi Zaba. Foto 3 - O artista plástico Eduardo Zabaleta (com obra integrando a exposição Hibridísmo, que está acontecendo no MuBE), Maicom, e os estudiosos de mitologia e astrologia, Bluette Santa Clara, e o casal Marcelo Antoniazzi & Patricia Mattar Oliva, proprietários do Espaço Jã das Humanidades na Vila Madalena. Para assistir o vídeo Where in Heaven is Mozart?, que recebi da sempre presente, a amiga Anabela de Araújo, clique no título da postagem

10 janeiro 2011

Édison Pereira de Almeida - Embaixador da Paz

 
Mensagem recebida do recém sagrado Embaixador da Paz, Édison Pereira de Almeida, um piá universal espetacular, ente social, sentimental e celestial de brilho intenso, incansável ser pacificador, de amorosidade ímpar, o Cidadão do Mundo que sonhamos e pelo qual trabalhamos, neste 10 de janeiro de 2011:
"Recebi hoje, o Certificado em anexo referente a me ser atribuído o título de Embaixador Universal da Paz,o que muito me honra e dignifica.
No entanto, quero , além de agradecer a quem me notabilizou com esta homenagem, agradecer também a todos que foram durante muitos anos mostrando-me o verdadeiro caminho da Paz, da Harmonia, da Serenidade, da Solidariedade , Amor à Natureza, ao Planeta Terra e em tudo que nele se encontra, além claro de todo Universo, onde tudo começou.De todo meu coração, agradeço à Jornalista e amiga Clevane Pessoa, que indicou meu nome endossando pelo que convive comigo , o que , ela tão bem preparada, considera ser motivo de merecimento eu receber  este galardão.Ao completar 66 anos de idade, uma homenagem como esta, comprova o quanto muitas vezes no silêncio do nosso coração, encontramos respostas que muitas vezes em meio à turbulência das próprias buscas e necessidades do nosso dia a dia não encontraríamos.
Em primeiro lugar divido esta homenagem com minha Mãe: Marianna Pereira de Sousa, que soube dar-me alento na infância , juventude e vida adulta, como progenitora e amiga, sem grandes momentos ou demonstrações de afetividade mas com AÇÃO E FORÇA que poucos conseguiram  mostrar durante todo meu viver, e, a ela, dedico tudo que conquistei em meu viver, pois sem os primeiros passos, ninguém chega a parte alguma.
Em seguida a todos que , de alguma forma conseguiram dar-me alento para ir aos poucos conquistando o que mais ou menos imaginava que seria o ideal para o menino, jovem, homem , profissional ou socialmente ,um tanto quanto diferente da grande maioria, mas, com um conceito que visava e visa sempre o bem do TODO e não apenas da parte.
Esta caminhada, teve momentos em que imaginava estar mesmo sozinho, sem quem ao meu lado sequer quizesse compreender de onde vinha e para onde iria, mas, sei dos que a distância ou de corpo presente, apenas com um olhar ou energéticamente deram-em alento, a todos eles, meus mais sinceros agradecimentos, pois , além de saberem que o que somos, está alicerçado em um imenso universo, também compreenderam que eu precisava buscar a minha forma de interpretar e compreender o que eles compreendiam a maneira deles.
Á UNIPAZ, Universidade da Paz, que com seus cursos e correspondência conosco, foi nos mostrando o quanto a ECOLOGIA PESSOAL, SOCIAL E PLANETÁRIA, são os melhores caminhos para a verdadeira paz em vários seguimentos das sociedades e dos Países.
Ao meu País, Brasil, que na diversidade sempre me mostrou, dia a dia, noite a dentro, o quanto de imensa cultura cresce constantemente na missigenação e , claro, na discordância das várias etnias que formam o que chamamos BRASILEIROS E BRASILEIRAS, mas, em especial, ao seu imenso acervo de Flora, de Fauna, de Rios, Mar, Tribos das mais diversas, ainda muitas delas inseridas nas florestas, onde vivi, e, em todos os recantos deste PAÍS CONTINENTE, onde durante 25 anos viajei e não consegui conhecer tudo que gostaria de ter conhecido, pois são muitos povos, muitas culturas e uma imensa riqueza cultural e artística que foi se acumulando durante séculos.
Deus proteja meu País, e todos que nele vivem, pois sem dúvidas , se há um País, com condições de ser o CELEIRO DO MUNDO em vários aspectos , neste milênio, este País é o Brasil, e disto eu nunca tive dúvidas!
À Maria Gabriela que me acompanha nesta vivência terrena e me aceitou como eu sou, sem tirar nem por, dando-me oportunidade de mostrar pessoal, social, e planetáriamente que estar fora do jogo, nos permite observar melhor cada jogada e assim podemos orientar melhor a nós próprios, para então podermos orientar o próximo. Ao meu Mestre Jorge Martins, professor de mecânica celeste, que na minha juventude, conseguiu mostrar-me a força cósmica, terrena e humana que pode ser unida a tudo e todos, através da física quântica, e da ENERGIA PURA E SIMPLES, que nos gerou e gerou a tudo que há no UNIVERSO, sem ele, e sua filha MARIA LUÍZA , eu talvez tivesse perdido a sequência de fatos que foram dominando o ser que habita o meu ser, e hoje, talvez, nem estaria mais vivendo neste planeta, pois, a filosofia ocidental e oriental, ou se unem de uma vez por todas, ou o que está dentro ,nunca estará fora e o que está fora, nunca estará dentro, algo que , só mesmo os praticantes do TAO poderão compreender e entender nesta vivência atribulada e terrena. Agradeço enfim a todos vocês, em especial  a ALLINE BRANDÃO DE ALMEIDA,   que, com tanto carinho, e compreensão, fez-me entender o que os jovens efetivamente estão trazendo para nós, que já viramos as páginas da vida, e estamos mesmo com espírito jovem, vivenciando uma virada de Milênios, o que, sempre causou e causará grande alarde na população do planeta terra.
No fundo, é claro, que nem sempre conseguimos de imediato perceber os sinais, e ela ALLINE, mostrou-me claramente cada um deles.
A você que está lendo este email, é claro que agradeço, pois vem acompanhando a evolução dos tempos , as tecnologias, mas mantém acesa a chama da vida e da paz dentro de si, e, se está lendo é porque efetivamente acompanha meu viver, dois tempos de um verbo, vi.....ver!
 Agradeço finalizando a GABRIELLE SIMOND, President  del Cercles Universal des Ambaissadeurs de La Paix, Suisse - France,pela outorga deste certificado, desejando a todos a continuidade deste Movimento,  e que a Paz reine em vossos corações!
O Caminho dos que voam é invisível , a direção sempre é o Ideal!
Édison Pereira de Almeida"
                 Para ver Sonho Impossível - Maria Bethânia, clique no titulo da postagem.



08 janeiro 2011

Ohata - G P S

 Sobre a Família Ohata:
"Meu avô Koichi Ohata , na época com 46 anos, juntamente com a minha avó Masa Ohata ( 34 anos) e seus 5 filhos, entre eles meu pai,  desembarcaram em Santos no dia 05/06/1928 após uma longa viagem em um navio chamado Kanagawa. Partiram de Masuda  Shimane-Ken com destino ao Brasil, atraídos pelo sonho de uma vida melhor como todo imigrante da época. Venceram dificuldades, superaram preconceitos e construíram uma bonita família no Brasil. Meus avós já morreram e dos 5 filhos, só meu pai e uma tia estão vivos" relata  Nanci Harumi, os filhos de Koichi e Masa: Akiyo, Tsuyuko, Hanayo,Tetsunosuke e Keisuke. Meu pai , Tetsunosuke Ohata, (na foto, do retrato Ohata, é o menino vestido com uma roupa tipo marinheiro) tinha 4 anos. Hoje ele vive em Araçoiaba da Serra – SP , com seus 87 anos junto com a minha mãe Miharu Ohata. Em 2003 ele pode finalmente retornar ao Japão após tantos anos vivendo no Brasil. Na ocasião,  eu e o meu irmão Jaime, tivemos o privilégio de acompanhá-lo nessa bonita e emocionante viagem. Meu pai trabalhou a vida toda na agricultura e conseguiu colocar todos os filhos na universidade e minha mãe, a qual considero o esteio maior, sempre se sacrificou muito em prol da família.Meu pai recentemente enfrentou uma terrível cirurgia em SP e no entanto continua sendo um dínamo gerador de energia e otimismo. Com a saúde realinhada continua querendo realizar muita coisa, comportamento esse que nos influencia muito e nos motiva a enfrentar os desafios com muita coragem. Tenho muito orgulho em ser uma Ohata, em ter nascido nesse núcleo tão bonito.A tela tão bem retratada, a partir de uma fotografia branco em preço 10x15,  pela artista Giane Soares foi uma das últimas fotos tiradas pela família, em frente a casa que até hoje existe e é habitada por um dos descendentes", conclui Nanci.
Os filhos de Tetsunosuke Ohata & Miharu Ohata, são:Helena Ohata – Jaime Ohata - Neusa Shizuko Ohata – Nanci Harumi Ohata – Marco Ohata - Sueli Ohata –  Toshio Ohata –  Patricia Miyuki Ohata
O texto acima é fragmento de uma entrevista concedida por Nanci Ohata para a jornalista Luci  Yizima, autora do projeto grafíco do convite - Luci Yizima

07 janeiro 2011

Convite Troyart Internacional e cursos - Mube

Participo desta mostra com um trabalho cujo título é Quetzalcoalt.
Abertura: 14 de janeiro às 19H.
Exposição: 15 a 30 de janeiro.
Workshops gratuitos com Nelson Schiesari e Roberto Stelzer.
15, 22 e 29 de janeiro 
Cursos:
Todas as inscrições deverão ser feitas no site pelo formulário de inscrição. www.mube.art.br
Informações: 2594.2601 r.21, 14h às 19h, com Eneida Fausto: cursos@mube.art.br
- Férias: público - 08 a 14 anos
- casa-corpo: o desenho e o mundo
– Inscrições pelo site.
Prof. Maíra Vaz Valente
Período: 18 a 21 de janeiro de 2011
Terça a sexta, das 14h30 às 16h30
- Epistemologia da Arte: A arte como ela é e sua complexidade Prof. Rubens Espírito Santo
AULA APRESENTAÇÃO: 19.01.2011
Dia da semana: 4ª-feira
Horário: 20h às 22h
Público: interessados em geral
Declaração de participação
Investimento: gratuito
- História da Arte Universal Sintética – Inscrições pelo site abertas até 09/02/2011
Prof. Rô Gonçalves
Período: 14 de fevereiro a 25 de abril de 2011
10 módulos
Dia da semana: 2ª feira - 20h15 às 22h
Carga horária: 20 horas
Com certificado
- Patrimônio Cultural Brasileiro - Aula Magna – 24 fevereiro – Inscrições pelo site.
Profa. Maria Cristina Caponero
Dia da semana: 5ª feira
Horário: 20h às 22h
- Aquarela - Inscrições pelo site ou pessoalmente.
Prof. Luis Castanón
Dia da semana: 5ª feira
Horário: flexível à partir das 17h
Duração: 3 horas
.Atendimento das 14h às 17h. Museu Brasileiro da Escultura
Rua Alemanha, 221, Jd. Europa
São Paulo - SP - Brasil

Convite para exposição G P S / Ohata

Confirme sua presença: Luci Júdice Yizima Jornalista / Cel. (11) 9738-7200 ou Tel.(11) 3208-3977
Kohii & Cultura: www.kohii.com.br 

04 janeiro 2011

Baby Garroux

Onde está Baby Garroux? Está lançando We Women no Bia Barros, em Nova Iorque, onde está Baby Garroux? Recebendo uma escola e monitorando a turma excitada ante os artefatos indígenas dos quais é guardiã em seu museu? Onde está esta jornalista? Subiu pela escada do escritório, desceu pela rampa da clínica, foi chamada para curar em Portugal, depois daquela temporada ministrando workshops  na França. Esteve redecorando a casa para o natal, curtiu as filhas e os netos no final de ano. Após a sessão de autógrafos foi para o restaurante com séquito e um jovem cianeatra pendurado na barra da sua bata branca, aquela de voar acima das nuvens, o contemporâneo artista com o projeto de  fazer um filme sobre a mulher inquieta e sempre atual. Baby beija -flor e flor ao mesmo tempo. Baby é blogueira pau-ferro! Para ela inventou-se a palavra virtual...Não é ela que some, é tu que não te movimenta o suficiente para acompanhar. Oh, meus sais, volte aqui Baby que estamos falando de ti, largue esta cesta hoje não podes ir às obras assistenciais, hoje, neste quatro, teu aniversário, faça feriado e receba as homenagens, só por hoje, pé de vento, cometa, estrela Baby, quietinha e baixe a vibração para que possamos abraça-la.. Itapecerica fica alegre e desde a manhã o tráfego aumenta no teu movimento do aniversário tradição open house, hoje os tucanos que se recolham, pois Baby recebe na Casa Toscana os frutos do seus astral, alguns querem um milhão de amigos, Baby os fez, e agora, tenha paciência meu doce, no seu aniversário todos querem te homenagear. Casa Toscana, por hoje teu nome é festa! Parabéns Baby Garroux, guerreira enciclopédica, xamã das alturas da Serra, onde a terra é boa, e a pedra é lisa, a Itapecerica dos tupis-guaranis.
Para ver Caledônia com Celtic Woman, clique no título da postagem.

02 janeiro 2011

Milagres

Vereador de São Paulo fala na abertura do Festival das Luzes do Centro de Cultura Judaica, em dezembro de 2010, a mestre de cerimônias foi Fernanda Young. Ele? Não sei, perdi o nome, vou procurar saber para ti. Para nós.
Clicando no título da postagem: The Beatles A Day In The Life -With Outtake.